Arquivo da tag: SEBRAE

28 de fevereiro de 2013

Assaí recebe Sebrae Móvel


A unidade do Assaí no Itaim Paulista recebe até o dia 01 de março, o SEBRAE Móvel, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (SEBRAE-SP). Trata-se de um serviço destinado a esclarecer dúvidas e orientar empreendedores sobre como abrir um novo negócio, formalizar ou melhorar a gestão de suas empresas (micro e pequenos empreendimentos).

 

O serviço, totalmente gratuito, é oferecido em datas programadas, em uma van que fica estacionada em frente às lojas. A unidade móvel é equipada com televisão, computadores, acesso à internet e material informativo, e conta com agentes do SEBRAE-SP para orientar o público. Os interessados devem levar documentos de identificação como RG, CPF e comprovante de endereço.

 

O maior objetivo do Assaí é ser reconhecido por trazer rentabilidade, economia de tempo, otimização do capital de giro e qualidade para o cliente comerciante, que é um dos principais públicos da rede. “Buscamos ser o maior parceiro diário desse consumidor, desenvolvendo as melhores ofertas e oferecendo o maior e mais diversificado mix de produtos”, conta Belmiro Gomes, presidente do Assaí. O Assaí oferece 8 mil itens entre mercearia, alimentos, perecíveis, embalagens, bazar, higiene, bebidas e limpeza, de grandes marcas nacionais, regionais e importadas. Baixo custo operacional, preços competitivos, mix e volumes de mercadorias adequados ao seu publico alvo são os  principais diferenciais da rede. - www.assai.com.br

 

Data: até 01 de março

Local: Assaí Atacadista Itaim Paulista

Endereço: Av. Marcechal Tito, 5.599

Horário: das 10 às 16h.

 

Via Caroline Colunna Lopes Moura


8 de fevereiro de 2013

Campus Party 2013

O Campus Party é considerado o maior evento de tecnologia, inovação, criatividade, internet  e entretenimento eletrônico do mundo.

Desde 2008, a feira também acontece no Brasil. Este ano, milhares de amantes da tecnologia, vindo dos quatro cantos do mundo se reuniram para a sexta edição do evento, que aconteceu em São Paulo, no Anhembi, entre os 28 de janeiro e 3 de fevereiro.

Selecionamos duas matérias interessantes sobre a Campus Party 2013. O primeiro link é uma reportagem sobre Pete Lomas, criador do  Raspberry Pi, o computador de US$ 35. Ele ministrou uma palestra na feira, contando ao público a história de sua máquina. O segundo link relata sobre a parceria firmada entre a Campus Party e o Sebrae, que esteve no evento e  selecionou 36  ideias de startups para serem apresentadas a investidores e especialistas em tecnologia.

http://bit.ly/W9x9GY

http://bit.ly/TubryV

5 de fevereiro de 2013

Percepções NRF 2013

Terminou no dia 18 de janeiro a NRF 2013, que foi realizada em Nova York, EUA. Trata-se da National Retail Federation, o maior evento do varejo americano. Para se ter uma ideia da magnitude do Big Show – como é chamado -, neste ano estiveram presentes figuras como Kofi Annan, ex-secretário geral da Organização das Nações Unidas, e Bill Simon, presidente da Walmart dos Estados Unidos..

A presença de nomes dessa importância no evento não só confirma o seu sucesso, mas também mostra a variedade de temas presentes nas palestras. Ao mesmo tempo em que são abordadas as novas tendências do mercado, também se pontua a importância de utilizar a tecnologia a favor da sua empresa.

No caso do Big Show deste ano, o tema mais comentado foi o que pode ser feito para atrair novos clientes; e as soluções dadas se mostraram inúmeras: mostrar às pessoas que a sua companhia luta por uma causa, ter cuidado com o meio ambiente e personalizar produtos e serviços são alguns exemplos.

Porém, embora tenha existido essa variedade de público e discussões, uma ideia ficou estabelecida como tendência básica para quem quer ver o seu negócio crescer: investir nas pessoas, sabendo quais aspectos os seus clientes apreciam, visando atendê-los. Uma das maiores lições da NRF de 2013 foi a de que crescer amparado às novas tecnologias e aos novos processos é, sim, um caminho, mas ele deve ser trilhado junto ao consumidor, porque, este sim, é o responsável por garantir o sucesso de uma empresa.

Carina Rossi Morpurgo

 

O Brasil foi o país com o segundo maior número de participantes na NRF 2013. Abaixo, compilamos a visão da Associação Brasileira de Franchising (ABF) e do Sebrae, dois importantes grupos brasileiros que estiveram presentes no evento:

ABF

Entre os executivos do Brasil, destacou-se a presença de membros da Associação Brasileira de Franchising (ABF) que, pela terceira vez, visita o evento para promover um intercâmbio entre o conteúdo apresentado e o cenário nacional. O grupo acaba de se reunir com outros associados da ABF para um evento pós-NFR em que, através de palestras, expõem-se tendências e percepções obtidas.

Entre as exposições feitas no evento pós-NRF, debateu-se a latente percepção entre o grupo da ABF que viajou a Nova Iorque de que há uma acentuada diminuição no interesse internacional pelo Brasil. “Infelizmente, o Brasil não é mais a bola da vez, mas acreditamos que isso ainda pode ser revertido”, comenta Juarez Leão, diretor de Cursos e Eventos ABF. “Nosso país precisa melhorar os incentivos e a infraestrutura para o intercâmbio de negócios”, completa.

Além das percepções sobre o cenário internacional, a delegação da ABF pode constatar mais uma vez a crescente tendência na política mundial de varejo: o OMNI Channel, que representa a presença do fabricante em todos os canais de compra, ou seja, é a convergência e integração da loja física, do e-commerce e do ambiente móvel. “Não basta estar em todos os lugares, é preciso oferecer a mesma experiência de consumo. Se utilizarmos todas as ferramentas que estão em nosso alcance de forma eficaz, nossas vendas serão exponencialmente aumentadas: é comprovado que o consumidor que entra em todos os canais compra de 6 a 10 vezes mais”, considera Leão.

Outros assuntos bastante comentados durante a NRF e abordados no evento da ABF foram as novas tecnologias para varejo, a importância cada vez maior das mídias sociais e o comportamento da geração “Millenium”, pessoas que nasceram a partir de 1980 que tendem a preferir o atendimento de máquinas ao de vendedores.

SEBRAE

O Sebrae também marcou presença na NRF 2013, como uma missão empresarial e uma interessante cobertura em vídeos. Assista Alencar Burti, presidente do conselho do Sebrae São Paulo, falando sobre o evento. Abaixo, segue o link de outros vídeos:

http://www.sebraesp.com.br/index.php/16-tv-sebrae-sp

O Sebrae oferece cursos e palestras, consultorias, informações de gestão. E ajuda sua empresa a se aproximar de parceiros e clientes. O seu negócio pode ficar mais competitivo e lucrativo.

O Sebrae possui uma estrutura de atendimento presencial em todo o país, um atendimento telefônico gratuito (0800 570 0800) e forte presença em ambientes online.

Mantém um contato permanente com as micro e pequenas empresas e procura sempre se fazer presente nas mais diversas comunidades, através de sua estrutura própria e de parceiros.

Para isso, utiliza várias estratégias, que vão do atendimento individual, caso a caso, ao atendimento coletivo. De forma simples, podemos dizer que o Sebrae atende o público com a oferta dos seguintes tipos de serviços:

Capacitacão: Clique para conhecer e se inscrever nos cursos do Sebrae.

Consultoria: Clique para encontrar consultoria.

Informação técnica: Clique para encontrar informação técnica.

Promoção e acesso ao mercado: Clique para conhecer as oportunidades de promoção e acesso a mercado.

Acesso a serviços financeiros: Clique para obter mais informações sobre acesso a serviços

 

7 de agosto de 2012

Inscreva-se no Prêmio MPE

Prepare sua empresa para este excelente momento do Brasil.

Que brasileiro é criativo, todo mundo sabe. É por isso que muitas empresas já estão se preparando para a Copa do Mundo e as Olimpíadas no Brasil. Para sua micro ou pequena empresa também aproveitar este excelente momento, participe do Prêmio MPE Brasil. Ao se inscrever, você ganha uma análise de gestão personalizada e, com essa força, o ouro vai chegar mais rápido do que você imagina.

Acesse www.premiompe.sebrae.com.br e inscreva-se já

 

Dia 8 de agosto acontecerá o encontro Mulheres Empreendedoras organizado pelo Sebrae-SP, com a participacão da apresentadora Paola Tucunduva.

No evento mulheres bem sucedidas contam suas experiências, discutem avanço no mercado e apontam pontos fortes e fracos no comando de pequenas empresas.

Formada em Administração e com MBA pela Faap, Liliana Cherfen é uma empresária respeitada em sua área de atuação: comanda a indústria de sistemas  de comunicação para chamadas de enfermagem Sincron e lidera uma equipe de 20 funcionários, no bairro da Moóca. Empreendedora nata, Paola Tucunduva, do Morumbi, acumula conquistas no mundo empresarial. Sócia da Rotovic Lavanderia Industrial, ela é uma referência em seu setor e também apresenta o Programa Alma do Negócio. Rosana Sanjuliano, aos 50 anos, atingiu seus objetivos como empreendedora focada na área social e comanda a Nossa CooperArte, cooperativa que garante trabalho e renda para dezenas de jovens na região da Vila Prudente.

Para contar histórias como essas, que se multiplicam, os escritórios regionais do Sebrae-SP em toda a capital paulista se uniram e vão realizar, no dia 8 de agosto, o evento “Mulheres de Negócios”.  O ponto de encontro será a Casa de Portugal, na Avenida Liberdade, 602, Centro, a partir das 8h30 com entrada gratuita.

Experiências – A ideia, diz Patrícia Marinangelo, uma das organizadoras da ação, é abrir espaço para que elas falem de suas experiências. E também para que discutam com um especialista na área de saúde (Dr. Malcolm Montgomery) seus pontos fortes e fracos para empreender, da maternidade a aspectos como concentração e inteligência emocional. O debate busca ajudar as empresárias a encarar com cada vez mais confiança um universo tradicionalmente monopolizado pelos homens.

“Também vamos mostrar nosso portfólio, os produtos e serviços que o Sebrae-SP pode oferecer para que elas ampliem suas chances de sucesso em suas empresas, investindo em planejamento e melhorando as práticas do dia a dia. E explicar como funciona o prêmio Sebrae Mulher de Negócios, destinado a estimular e dar visibilidade ao empreendedorismo feminino”, destaca Patrícia.

Cenário – Números apurados pelo Sebrae-SP mostram que o avanço das mulheres no mercado de trabalho e na direção do empreendedorismo é significativo. Atualmente, a participação feminina na população é de 51%. A projeção para 2020 é que essa taxa permaneça relativamente estável. No entanto, a representatividade feminina na População Economicamente Ativa (PEA) – pessoas ocupadas ou que estão procurando uma ocupação – vem crescendo e vai aumentar ainda mais ao longo dos anos. Ela era de 42% da PEA em 2000.

Em 2020, a tendência é que atinja 49% — aproximando-se à participação masculina. Segundo a Pesquisa Cenários 2020 do Sebrae-SP, também foi conquistado um grande crescimento de participação feminina na modalidade dos chamados negócios por “conta própria” (sem empregados). Essa fatia deve passar de 32% no início da década para 47% em 2020. O mesmo estudo indica que mulheres como Liliana, Paola e Rosana Sanjuliano, que além de empreender geram emprego e renda para outras pessoas e famílias, deve avançar. A categoria das mulheres empregadoras tende a se expandir da casa dos 24% em 2000 para 42% nos próximos oito anos.

Serviço:
Mulheres de Negócios
Data: 8 de agosto
Horário: a partir das 8h30
Local: Casa de Portugal
Endereço: Avenida Liberdade, 602
Custo: Gratuito
Programação:
8h30 – café/ credenciamento
9h – abertura
9h15- Palestra – Liderança feminina – Paola Tucunduva – sócia-diretora da Rodovic Lavanderia e apresentadora do programa Alma do Negócio
10h – Prêmio Sebrae – Mulheres de Negócios – com Rosana Sanjuliano, vencedora estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios – 2010 – categoria negócios coletivos; Liliana Chiodo Cherfen, finalista e homenageada com 2º lugar na categoria Pequenos Negócios da premiação – edição 2011.
10h30 – Palestra – As faces da Mulher – Dr. Malcom Montgomery – especializado em Ginecologia e Obstetrícia, escritor e palestrante.

Mais informações: Sandra Motta (11) 3169-9337

Esteve conosco Renato Fonseca de Andrade, responsável por gestão estratégica do Sebrae, conselheiro de inovação e autor do livro Conexões Empreendedoras.

Precisa crescer e não sabe como? Precisa inovar mas não sabe como fazer? Assista agora algumas dicas do conselheiro e expanda seus empreendimentos.

 Perguntas enviadas durante o programa e gentilmente respondidas fora do ar pelo Renato.

Nome: Rose – Campos
Qual a rede social mais eficiente atualmente?

Olá Rose, essa é uma pergunta muito interessante. A melhor rede social será aquela que permitirá o melhor relacionamento possível com seus clientes. A forma de descobrir isso é observar quais as redes (ou grupos dentro das redes) nas quais seu cliente participa com maior intensidade, para então definir a atuação da empresa.

Nome: Roberto – SP
Como manter uma relação com as pessoas sem querer ser intruso ou puxa saco?

Roberto, um relacionamento duradouro e produtivo é resultado de uma conexão baseada em confiança e reciprocidade. Para que isso aconteça, a legitimidade nas comunicações é fundamental; bem como a disponibilidade para ajudar em algo. Uma atitude oportunista provavelmente não irá prosperar com o tempo. Por outro lado, uma atitude legítima e interessada, por si só, é credencial para o fortalecimento das relações. Faça sempre essa reflexão em seus contatos.

Nome: Sabrina – Minas
Como manter minhas redes sociais com pessoas sempre atualizada?

Sabrina, a manutenção da sua rede de relacionamentos é muito importante. Fazer isso é uma atitude de conservar a “chama das conexões sempre acesa”.

Duas dicas:

1)       Interaja com as pessoas de tempos em tempos, seja por email, telefone ou pessoalmente.  Lembre-se de agradecer e de demonstrar seu apreço pelo outro, sempre de maneira legítima.

2)      Mantenha as informações de seus contatos organizadas e atualizadas. Isso vale para cartões, e-mails e contatos nas mídias sociais.

Nome: Bianca
Existe algum número ideal de pessoas para ficar sempre mantendo contato???

Boa pergunta Bianca, não existe um número ideal, mas com certeza ele será limitado às nossas possibilidades de tempo para isso. O que sugiro é manter as informações organizadas, definir suas prioridades e ter metas para as interações profissionais e pessoais, por exemplo dentro do mês. Com o tempo você vai se acostumar a fazer isso e perceber que o que realmente é importante é ter uma atitude voltada às conexões produtivas, que ocorrerão naturalmente.

Nome: Adriano  – Santos/SP
Quais atitudes diferencia o empreendedor das pessoas que não sao empreendedoras?

 Adriano, essa é uma questão que tem sido objeto de muitas pesquisas nas últimas décadas. Depois de anos em contato com empreendedores, minha opinião é que os empreendedores são intensamente voltados para realizar o que acreditam ser importante, e para isso estão dispostos a correr riscos. Assim, energia de realização e autonomia para lidar com os resultados seriam aspectos importantes para sua reflexão.