Arquivo da tag: Empreendedorismo Rosa

Não importa se verdadeiras ou falsas, relevantes ou desnecessárias, novas ou antigas, relacionadas a nossa vida profissional ou pessoal, a verdade é que estamos vivendo no meio de tanta informação que a impressão que temos é a de que não conseguimos absorver nem 50% do que chega até nós.

Nosso cérebro tem dificuldade em processar e armazenar um volume tão grande de informações, até porque só conseguimos fazer uma coisa de cada vez e o tempo que possuímos é limitado para a quantidade de ideias que chegam.

Você já ficou “roxo(a)” de raiva de si mesmo por ter esquecido algo extremamente importante?

Sabe qual é a melhor maneira de encarar tanta informação e conseguir se lembrar de tudo que for importante para você? Adotando um caderno de anotações. É isso mesmo! Ele passará a ser um ótimo companheiro.

No caderno de anotações você pode escrever TUDO que achar importante e interessante. Desde recados, ideias, roteiro de reuniões, informações, dados específicos entre outros.

Quais as vantagens? Muitas!

Estimula a criatividade, pois você começa a registrar suas ideias e observações;
Raciocínio melhor, sem precisar perder tempo tentando se lembrar de assuntos importantes;
Ajuda na organização das prioridades diárias;
Permite o resgate de informações passadas, sem maior esforço;
Diminui esquecimentos e erros básicos por conta de lapsos de memória.

Além de ser um excelente companheiro, o caderno de anotações é prático. Está ali o tempo todo ao seu lado: lembrou, anotou!

Nísia Teles

1. Separe os departamentos, atribuições, organize um cronograma de ações e um organograma funcional. Sim, mesmo com uma equipe pequena é fundamental termos um organograma, mesmo que um mesmo colaborador seja responsável por muitas funções. Desta maneira, trabalhamos sabedores do que cada um faz e nos habilitamos, ainda que algumas vezes intuitivamente, para auxiliarmos no crescimento da empresa.
2. Dê atenção para todas as etapas produtivas, focando no planejamento estratégico, no monitoramento e reduzindo, inclusive, desperdício de custos e de tempo na execução das ações.
3. Tenha uma comunicação transparente e eficaz com a equipe. Enquanto somos uma pequena empresa e temos uma equipe enxuta, devemos aproveitar para exercitar as aprendizagens adquiridas e com isso termos uma comunicação contínua, transparente, clara, assertiva e de ampla escuta. É preciso ouvir e compreender sua equipe, afinal muitas boas ideias podem surgir a partir deste pequeno grupo e é com ele que desejamos crescer, não é mesmo?
Planeje, implante, monitore, persista, organize, crie, comunique, escute, produza, fature, valorize, incentive e cresça de maneira a levar esta equipe com você aonde quer que você vá. E que você chegue lá, se torne tão grande quanto deseje ser!

Beijo, empreendedor rosa.

Lênia Luz

Como disse o mestre Philip Kotler: “A melhor publicidade é fazer os seus clientes felizes”. E claro, concordo com ele!

Estamos vivendo a era do Marketing baseado em valores. Não basta ser bom, é preciso fazer algo positivo para que o mundo gere pessoas melhores e felizes.

Deixar um cliente feliz é muito mais importante do que se tornar conhecido através de anúncios e publicidade. O que vai trazer clientes para sua empresa é o resultado da relação que você irá construir com as pessoas. Um cliente satisfeito com o seu serviço será seu amigo, seu fã, seu advogado! Ele que irá dizer o quanto você é competente, ético e confiável.

As pessoas confiam muito mais no que os consumidores falam a respeito dos serviços. Dificilmente, elas confiarão em anúncios e técnicas de marketing tradicionais.

O que fazer em prol de um cliente feliz?

• Seja gentil, sempre;
• Respeite horários agendados;
• Prometa menos, faça mais;
• Valorize cada detalhe sensorial;
• Seja ético com todos os envolvidos.

Suas atitudes diárias farão toda a diferença. Invista em um atendimento de qualidade e conquiste clientes felizes.

Por Nísia Teles – Empreendedorismo Rosa

Foco – Sem foco não há empreendimento que dê certo. No Congresso Global de Empreendedorismo (GEC 2013), no Rio, ouvi do empresário Luciano Huck: “Tenha foco. Uma cabeça cheia de ideias e sem foco não vale nada.” Bingo! Nós, empreendedores, temos uma cabeça repleta de ideias, mil estratégias, criatividade sem fim. Além disso, existe uma cobrança para que sejamos inovadores o tempo todo. Mas, se não focarmos no real sentido da nossa empresa, ficaremos perdidos nas ideias e não realizaremos as ações que são importantes. Focar é preciso: só assim o empreendimento crescerá ordenadamente, sem perder a inovação e o impacto que deve causar dentro do segmento.

Força – Força física, força emocional e força intelectual – todas são de vital importância para quem empreende. Costumo dizer que matamos mais de um leão por dia. Portanto, se essa tríade da força não estiver alinhada, o empreendedor vai fraquejar e o negócio corre sérios riscos de ruptura. Se ficarmos doentes e ausentes, quem dará continuidade às nossas ações? Mesmo que a equipe seja comprometida, a falta do líder pode desencadear uma série de consequências para a saúde do negócio.

– A fé remove montanhas, diz o ditado popular. Sim, remove tanto as montanhas internas que criamos quanto as externas que enfrentamos, principalmente se não tivermos foco. A fé, aqui, não está necessariamente relacionada à religião, mas ao mundo da reflexão. Empreendedores não descansam nunca, portanto não têm tempo de parar e refletir sobre como está sua fé em si mesmo, em sua equipe e em seu empreendimento. Pare e medite ao menos cinco minutos por dia. Religue-se com o divino que está dentro de você.

Abreijos de FORÇA, FÉ e FOCO.

Por Lênia Luz
Sócia da Aurelio Luz Franchising & Varejo, consultoria em formatação de franquias, e do Empreendedorismo Rosa, espaço de interlocução sobre o empreender feminino. Twitter: @lenialuz

13 de março de 2013

Empreendedorismo Rosa no #Ficadica

O  #Ficadica desta semana é para melhorar a sua comunicação em seu empreendimento, em seu trabalho e na sua vida pessoal:

1. Observe quais são os seus vícios de linguagem, palavras que perceba que devem ser  evitadas e amplie esta ação para sua equipe

2. Tenha bom humor. Um sorriso pode mudar o dia de sua empresa, de sua vida!

3.Invista em palestras e cursos  tanto para você como para sua equipe.

4.Muitas vezes o problema não é o que se fala, mas como se fala. Portante fique atento a sua comunicação não -verbal e ao seu tom de voz.

5.  O melhor  comunicador é aquele que sabe ouvir, observar e ser empático

Beijos de boa comunicação

Lênia Luz é sócia da Aurelio Luz Franchising & Varejo, consultoria em formatação de franquias, e do Empreendedorismo Rosa, espaço de interlocução sobre o empreender feminino. Twitter: @lenialuz

Lembre-se que as pessoas não são conduzidas pela lógica, mas pela emoção.

Quando você souber que um cliente está falando sobre sua empresa, é certo que não só os fatos estão sendo espalhados. A parte emocional dos fatos conta muito mais, pois fatos sem sentimentos morrem antes que tenham chance de favorecer você e sua empresa.

As pessoas querem saber se as experiências vividas pelos seus clientes são significativas. Elas querem a garantia de um serviço de excelência, sendo tratados da mesma maneira que os seus clientes já conquistados.

A imagem positiva da empresa é levada pela emoção como gratidão, carinho, expectativa, alegria, alívio, simpatia, afetividade e coragem. As pessoas falam porque vivenciam e sentem essas emoções positivas.

Da mesma forma, a imagem negativa da empresa é levada pela emoção como frustração, medo, desapontamento, raiva, aflição, angústia, indecisão, mau humor e transtorno. Essas emoções possuem uma força muito maior que as emoções positivas.

As emoções são os sinais do que a satisfação ou a insatisfação significa para seus clientes. Esses clientes serão os seus formadores de opinião, é importante pensar que sua imagem será resultado das emoções vividas por todos eles.

Se você quer que os clientes falem sobre você, ofereça-lhes uma experiência que gere uma resposta emocional positiva.

Um sorriso rosa para você!

Nísia Teles é Diretora de Marketing do Empreendedorismo Rosa
www.empreendedorismorosa.com.br

Muito se fala sobre franquias e franchising.

 

Mas você sabe um pouco deste idioma “franquialês”?

A partir de hoje darei algumas dicas sobre os termos usados no mundo das franquias. #FICADICA

1.       Circular de Oferta : Circular de Oferta ou COF é o documento usado pelo franqueador para fornecer informações financeiras, comerciais e jurídicas sobre a sua franquia para interessados em adquirir e operar uma unidade da rede. De acordo com o artigo 3º da Lei 8955/94, a entrega deste documento é obrigatória para garantir total transparência no relacionamento entre o franqueador e o franqueado.

2.       Consultoria de Campo: A Consultoria de Campo trata-se da visita de um representante do franqueador nas unidades franquiadas. O objetivo é acompanhar o desenvolvimento de cada franquia, checando procedimentos, fornecendo orientações e recolhendo sugestões.

3.       Contrato de Franquia: É o documento que cede ao franqueado o direito de uso de marca, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de um produto ou direito. Além de formalizar os direitos e deveres do franqueado e franqueador.

4.       Expansão da Rede: É o termo usado para expansão de franquias de uma determinada marca. Muitas empresas franqueadoras contam com um departamento para ajudar na ampliação da rede por todo o Brasil e exterior.

5.       Franchising: Uma estratégia adotada pelas empresas para a distribuição e comercialização de produtos e serviços ao consumidor, por meio de uma rede de franquias.

6.       Franquia: Método o qual o franqueador autoriza um terceiro (franqueado) a usar os direitos de uso de uma marca, de distribuição de serviço e/ou produto num mercado definido. Além disso, o procedimento também permite que o franqueado utilize os sistema de operação e gestão de um negócio de sucesso.

7.       Franquia de Conversão: Ocorre quando um empresário de sucesso, normalmente no mesmo segmento que o franqueador, decide reverter o seu negócio para o sistema de franquia. Nesta situação há uma troca de experiências e pelo histórico acumulado do empresário, algum sistema implatado em seu antigo negócio, pode ser reaproveitado pelo franqueador em toda a rede de franquias.

8.       Franqueado: Pessoa física ou jurídica que abre uma franquia de alguma marca. O franqueado investe recursos em seu próprio negócio, o qual será operado com a marca do franqueador e de acordo com todos os padrões estabelecidos e supervisionados por ele.

9.       Franqueador: Empresa que oferece a terceiros (franqueado) o direito de utilizar a marca e seu know-how (experiência, técnica), comercializando seus serviços e/ou produtos por meio de uma franquia.

Grande abreijo empreendedor rosa,

Lênia Luz
Sócia Fundadora e Diretora de Comunicação do Empreendedorismo Rosa
www.empreendedorismorosa.com.br

O #FicaDica de hoje vai para você que se tornar uma franquia.
Seguem os principais motivos para você entrar neste maravilhoso Mundo das Franquias:
1.Para crescer e expandir
2. Para diminuir a exposição da empresa, reduzindo o capital próprio empregado em uma operação
3. Para manter um gestor comprometido à frente do negócio
4. Para fortalecer a marca
5. Para ganhar escala junto aos fornecedores
6. Para aumentar o controle sobre a rede
7. Para criar barreiras para a concorrência
8. Para ganhar segurança a longo prazo
9. Para facilitar a gestão à distância
10. Para obter maior retorno sobre o investimento
Grande abraço empreendedor rosa
Lênia Luz
Diretora de Comunicação

Você pensou em um empreendimento e logo o “batizou” com um lindo nome e muitas vezes até com uma belíssima logomarca. Tudo lindo e maravilhoso, certo? Não, errado. Pois antes de batizar o “filho” precisamos registrar seu nome. A mesma coisa acontece com a marca de nossa empresa.

Hoje o #FicaDica é sobre o registro de sua marca:

• Registro de marca não é gratuíto e para se alcançar a proteção legal de uma marca se faz necessário encaminhar o pedido de registro.

• Criar e promover uma marca que ainda não tem registro é um risco grande e poderá trazer sérios problemas ao titular da marca sem registro.

• Antes de registrar sua marca você deverá fazer uma “busca” que é gratuita no site do INPI. Aqui vale lembrar que o INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial é uma autarquia pública federal responsável por acolher todos os pedidos de registro de marcas e patentes; ou seja: o registro de uma marca não se faz no cartório, como muitos pensam, se faz no INPI.

• Existem duas formas de se registrar uma marca. A primeira é você mesmo/a solicitar o registro de sua marca junto ao INPI. E a segunda é você contratar uma empresa ou profissional que tenha esta habilitação para dar entrada ao registro de sua marca.

Ainda não registrou a marca de sua empresa, corre lá!

Grande abraço empreendedor rosa,

Lênia Luz
Diretora de Comunicação do Empreendedorismo Rosa
www.empreendedorismorosa.com.br

Nossa empresa deve ser representada por uma marca, por uma imagem. A identidade visual não é somente a criação de uma marca, papelaria, folders, etc. A identidade visual acima de tudo é a forma pela qual você irá posicionar a sua empresa na mente das pessoas. É um estudo profundo que tem como resultado uma marca completa de sucesso.

As cores e as formas trabalham juntas para transmitir uma mensagem positiva da empresa e é isso que garante a eficiência de uma marca, que é composta por símbolo e logotipo, agregando valor à sua imagem perante os seus atuais e futuros clientes.

A escolha das cores deve ser criteriosa e equilibrada, para que haja uma eficiência na comunicação da ideia associada à marca.

As cores devem ser trabalhadas de uma forma estratégica, pois todas têm características específicas. O azul, por exemplo, é muito usado pelas empresas por ser uma cor “bem aceita”. Está relacionado ao céu, Deus, pureza das coisas e, por isso, as pessoas se sentem mais à vontade com ela por não possuir associações negativas.

Quando a marca é bem desenvolvida, ajuda no posicionamento que ela quer ter perante o público-alvo. Reforçando uma ideia relacionada ao seu serviço.

Um sorriso rosa para você!

Nísia Teles é Diretora de Marketing do Empreendedorismo Rosa

www.empreendedorismorosa.com.br