25 de março de 2013

Liderança revista: mercado de trabalho muda e líder deve evoluir na mesma medida

São Paulo, 25 de março de 2013

O mercado de trabalho muda o tempo todo, principalmente, pela entrada de novos profissionais. Em função disso, os métodos de liderança precisaram ser revistos. Quem explica este novo contexto é Alfredo Castro, especialista em Treinamento e Desenvolvimento, palestrante internacional, e sócio-diretor da MOT Treinamento e Desenvolvimento Gerencial. “É preciso falar de novos métodos de liderança porque as mudanças e a comunicação estão acontecendo rápido demais”.

Segundo ele, os modelos antigos de liderança ainda funcionam, mas serão cada vez mais ineficientes. Assim, os novos métodos de liderança implicam que o líder saiba oferecer um feedback adequado. Segundo Castro, um bom feedback deve ser capaz de descrever a ação realizada, mostrar o impacto que ela gerou e a diferença que fez – ou seja, informar se esta ação continua da mesma maneira ou se deve ser feita de forma diferente.

O consultor aponta ainda que essa nova liderança deve levar em conta a percepção de diferentes pensamentos e comportamentos. “Valorizar a diferença é fundamental, pois ela enriquece as experiências. A pluralidade faz parte deste novo panorama”, diz Castro.

Outra característica que o consultor aponta é o de estar voltado para a obtenção de resultados. “Mas não o resultado a qualquer custo”, alerta. Segundo ele, os resultados obtidos precisam ser de qualidade, sustentáveis e permanentes. “Hoje, o líder é um aprendiz que estimula a aprendizagem da equipe”, resume, lembrando que, para exercer um novo método de liderança, é preciso que o líder assuma também uma nova postura que promova a pluralidade e a inovação na forma de se comunicar – aspectos já citados acima.

“É a concepção do individual e do coletivo que deve mudar”, reforça o consultor. “Antes, era apenas o líder quem tinha poder de informação. Hoje a informação está ao alcance de todos”. A equipe quer que este novo líder “traduza” todo o conhecimento acumulado pelo grupo e o aplique em projetos diversos.

Outra reflexão de Castro é sobre o conceito de talento, que deixou de ser “conhecimento acumulado”. É, agora, a capacidade de interagir com outras pessoas e multiplicar os conhecimentos. “Talento não é o que você traz na bagagem, mas sim a capacidade de captar, incorporar e compartilhar aquilo que fará parte de sua bagagem”, sintetiza.

Em resumo, o novo papel e grande desafio dos líderes de hoje é estimular seus liderados a aprender, a mobilizar-se e a compartilhar conhecimento. “A liderança hoje é coletiva. E muita coisa boa virá a partir deste novo momento”, acredita o consultor.

Tema será destaque no maior congresso de T&D do mundo – Castro vai compartilhar essas informações e reflexões sobre novos métodos de liderança em sua palestra durante o Congresso mundial da ASTD – Sociedade Americana para o Treinamento e Desenvolvimento – que acontece em Dallas, no mês de maio.

Castro é o único consultor independente selecionado para ministrar palestra durante o Congresso. “Isso mostra o quanto a MOT está alinhada com as tendências mais modernas, do ponto de vista internacional, em termos de treinamento e desenvolvimento”, avalia.

Sobre a MOT

A MOT – Treinamento e Desenvolvimento Gerencial – é uma empresa de soluções em treinamento, desenvolvimento e gestão de pessoas. Desenvolve programas, palestras, projetos e processos de mudança para levar seus clientes – empresas dos mais variados segmentos – a conquistar competitividade e excelência de desempenho em seus mercados. Formada por uma equipe de cerca de dez profissionais, a MOT é liderada pelos diretores-sócios Alfredo Castro e Valéria José Maria.

Por Em Pauta Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>